Um dos cenários da pesquisa divulgada pelo Instituto DataFolha, na última sexta-feira (15/07), aponta que Marlene Campos Machado já inicia a disputa pela prefeitura com crescimento de 88,1% em relação à votação que obteve na capital em 2014, quando disputou as eleições pela primeira vez, no pleito ao Senado Federal.

img marlene 451

"Estamos trabalhando firme e a eleição ainda está a cerca de um mês de seu início. Mas já vamos começar muito mais fortes e tenho certeza de que, ao mostrar nossas propostas e nossas ideias, temos grandes chances de estarmos na prefeitura de São Paulo, unindo nossos quadros de renovação e experiência", afirma Marlene.

 

Na eleição de 2014, quando Marlene disputou eleições pela primeira vez, Marlene obteve 330.302 votos em todo o Estado de São Paulo, sendo 93.375 deles na Capital Paulista e a atual pesquisa estima que Marlene, hoje, obteria 175.543 (2%), dos 8,7 milhões de eleitores da cidade.

 

O detalhe é a mesma pesquisa indica que 64% dos eleitores ainda não conhecem Marlene. Há um amplo espaço de crescimento e considerando os que a conhecem sua rejeição é muito baixa, perdendo apenas para Ricardo Young (PV).

 

Haddad aparece como o mais rejeitado: 45% dos paulistanos não votariam nele de jeito nenhum no atual prefeito. Em seguida aparecem Feliciano (32% de rejeição)

 

A pesquisa

 

A pesquisa do Datafolha é um levantamento por amostragem estratificada por sexo e idade com sorteio aleatório dos entrevistados. O universo da pesquisa é composto pelos eleitores com 16 anos ou mais da cidade de São Paulo.

Nesse levantamento realizado do dia 12 ao dia 13 de julho de 2016, foram realizadas 1.092 entrevistas, considerando um nível de confiança de 95%.

Essa pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral com o número SP-02963/2016.

Facebook

Instagram